278400-P5TWCU-337_edit.jpg
  • Vanessa Siviero

Como ajudar negócios a prosperarem durante a pandemia?



Estava lendo uma matéria feita pelo Destemperados sobre novos negócios gastronômicos que surgiram na pandemia (leia aqui) e achei tão, mas tão legal essa atitude de divulgar novos e pequenos empreendimentos que fiquei refletindo em como nós podemos, de uma forma mais efetiva, ajudar marcas/clientes/negócios durante essa pandemia. Preparei algumas dicas que gostaria de compartilhar. Vamos nessa?


1 – CONSUMA e DIVULGUE!

Sim, parece óbvio, mas durante a pandemia muitos pequenos e médios negócios estão passando por muita dificuldade. Essa semana ouvi de uma amiga que ela iria deixar para fazer suas compras no mercado do bairro, pois sabe que eles estão precisando e achei essa consciência muito importante.


Produtores rurais orgânicos, por exemplo, além de serem super saudáveis, apoiam muitas famílias. Então, busque consumir de negócios locais, que estejam na sua região ou que sejam de seus amigos ou pessoas que você conhece. Você também pode divulgar nas suas redes (o Instagram inclusive criou uma forma de apoiar pequenas empresas pelos stories), marcar e compartilhar com quem você conhece. São atitudes simples que fazem toda a diferença.



2 – Se você têm clientes, SEJA EMPÁTICO com a situação que estamos vivendo, negocie e ajude!


Muitos clientes foram afetados pela pandemia. O ramo de eventos e comércio, por exemplo, viram seu faturamento despencar, prejudicando muitas famílias. Então que tal conversar e, ao invés de cancelar o contrato, fazer uma redução provisória equivalente à queda no faturamento (20%, 30%, etc.) ou oferecer um serviço extra por um período determinado. Esse suporte e apoio nesse momento certamente vai render bons frutos no futuro.




3 – Estimule seus clientes a INOVAREM e serem OUSADOS.

A criatividade é outro fator que pode ajudar negócios nessa pandemia. Eu mesma fico super orgulhosa quando vejo clientes topando preparar materiais novos, criarem conteúdos que nunca antes haviam criado, interagirem pelas redes e muitas outras ações que estão realizando.


Por quê não usar redes sociais menos tradicionais, como o LinkedIn, Pinterest ou o Tik Tok? Que tal investir em vídeos? Ou montar um E-commerce? E quem sabe abrir novos canais de comunicação com o seu público? Você também pode estimular o cliente a chamar outras pessoas da mesma área para promoverem eventos online ou workshops. A união de esforços certamente vai ser recompensadora.



4 – Não esqueça da FILANTROPIA:

Sim, muitas organizações estão sofrendo pela falta de doações. Se você já ajuda ou simpatiza com uma causa e não pode, nesse momento, contribuir com doações, então que tal oferecer seu tempo? Por exemplo, se você atua com Marketing, pode oferecer X horas semanais para ajudar na criação de materiais de divulgação ou consultoria.


Apesar do voluntariado presencial estar prejudicado, você pode propor uma atuação de forma online e fazer o bem para quem está precisando.


Espero que vocês tenham curtido as dicas e mande as suas ideias para a gente também!


Um abraço, e até breve \o/


Vanessa Siviero | @valsivi

Criadora de Conteúdo

24 visualizações

© 2020 DESENVOLVIDO COM MUITO ❤ POR BLUMA HUB.